Programas e Projetos

FAMI - Casas de Acolhimento

FUNDO PARA O ASILO, A MIGRAÇÃO E A INTEGRAÇÃO SOCIAL

CASAS DE ACOLHIMENTO PARA REFUGIADOS

A Santa Casa da Misericórdia da Covilhã tem em execução o projeto “Casas de Acolhimento para Refugiados”, através de candidatura efetuada ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração Social (FAMI) promovido pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, nos termos da alínea 2) do artigo 9º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do objetivo nacional – Acolhimento/Asilo.

Designação do Projeto: Casas de Acolhimento para Refugiados

Período de execução: 01/10/2019 a 31/03/2021

Objetivo:
O projeto apresentado foi concebido com o objetivo de criar uma resposta mais coerente e eficaz no que respeita aos espaços físicos existentes para o acolhimento e alojamento de cidadãos refugiados.
Através da requalificação de dois espaços existentes no Campus Misericórdia, constituídos por duas habitações, pretende-se criar uma estrutura de acolhimento autónoma e temporária, que promova a total integração, nomeadamente apoio na formação linguística, cuidados psicológicos e acompanhamento a famílias em situação de acolhimento/asilo.

A concretização do projeto assenta em quatro componentes:
Requalificação dos edifícios:
A Misericórdia da Covilhã pretende, através da requalificação de dois espaços existentes constituído por duas habitações, criar uma estrutura de acolhimento autónomo e temporário tipologia T0 e T2, constituída por quartos, cozinha, sala e casa de banho.
Acompanhamento Social:
Disponibilização de apoio, aconselhamento e assistência aos refugiados, nos seus diferentes processos e dificuldades de integração na sociedade portuguesa. Através da disponibilização de um técnico superior com formação na área social, a Misericórdia da Covilhã disponibiliza o acesso a informação de ordem diversa e o acompanhamento dos cidadãos refugiados, com a presença do técnico, a locais e serviços relevantes para o seu acolhimento, em estreita articulação com as diferentes instituições detentoras de apoios específicos (prestações sociais, vestuário, alimentos, habitação, saúde, educação, emprego, etc).
Apoio Psicológico:
Devido ao estado de vulnerabilidade em que muitos dos refugiados se encontram, o apoio psicológico é fundamental, pelo que a SCMC assegura, com o projeto, a presença de um técnico com formação na área da psicologia, que permita o aconselhamento e acompanhamento de caráter gratuito.
Formação Linguística:
De forma a potenciar a aprendizagem da língua e o aumento de competências, em paralelo com os programas nacionais desenvolvidos pelos organismos competentes, disponibiliza-se aos cidadãos refugiados, a frequência de um curso de aprendizagem de português para estrangeiros.

Investimento Global: 60 502,81€
Investimento Total Elegível Aprovado: 58.088,94€, correspondendo a um cofinanciamento de 75% no montante 43.566,71 €.

 

0) { ?>

Mais info

'; $resultdocs = $mysqli->query("SELECT * FROM docs WHERE categoria = '$catdoc' ORDER BY ano DESC, id DESC"); if ($resultdocs->num_rows > 0) { while($rowdocs = $resultdocs->fetch_assoc()) { echo ' '.$rowdocs['titulo'].' '; } } else {echo "";} echo ' '; ?>
0) { $resultalbum = $mysqli->query("SELECT * FROM albuns WHERE id = $album"); $rowalbum = mysqli_fetch_assoc($resultalbum); ?>

Galeria de Fotos

'; echo ''; $resultdocsi = $mysqli->query("SELECT albuns_fotos.imagem, albuns_fotos.albumid FROM albuns_fotos WHERE albuns_fotos.albumid = '$album' LIMIT 4"); if ($resultdocsi->num_rows > 0) { while($rowdocsi = $resultdocsi->fetch_assoc()) { echo ' '; } } else {echo "";} echo ' '; ?>